O que a Officer espera para 2021?

O que a Officer espera para 2021?

O que a Officer espera para 2021?

Independente de agora estar começando o ano de 2021, há um consenso mundial: a pandemia mudou a forma das pessoas pensarem e agirem. Isso é um fato. As empresas precisam, urgentemente, se adaptar a isso para seguir crescendo. Uma empresa que não cresce ano a ano, tende a não ter muitos anos pela frente, porém, 2020, está sendo um ano que pouco se espera, é um ano de sobrevivência para todos. Enquanto 2021 tem expectativas mais positivas. Muitas empresas fecharam, algumas regionais que pouco conhecemos, mas que com certeza afetaram a sua comunidade.

Quando, por exemplo, um restaurante com 50 anos de existência fecha, as pessoas em volta do restaurante sentem uma sensação ruim de que as coisas não vão melhorar. Isso sem contar os milhares de empregos que estão sendo perdidos ao longo de 2020, muito mais do que se espera em qualquer ano. As projeções do governo para 2021 são otimistas, e precisam ser… Um governo não pode espalhar o medo em seus governados. De julho para cá, o mercado tem reagido. O país ainda não está no patamar que, sem a pandemia estaria, e muito menos no patamar em que os empresários se sentem confortáveis para repor os prejuízos acumulados do ano inteiro, entretanto, há uma luz no fim do túnel para 2021 e ela não parece estar tão longe.

Marcas se adaptando ao mundo pós covid

Infelizmente ainda não estamos no mundo pós covid, mas estamos caminhando para esse cenário, já em 2021. O fato é que se uma marca precisa se reposicionar não é do dia para a noite, porque esse é um trabalho lento e com muitos esforços envolvidos. Portanto, as marcas que entenderam isso já estão planejando, pesquisando e executando esforços para se manterem em pé, e isso começou depois que as porradas do Covid-19 foram sentidas no Brasil. Não se podia ficar parado e agora em 2021, menos ainda.

Diante desse cenário em constante mudança, aliado às incertezas das empresas, é preciso agir rapidamente, antes mesmo de 2021 começar. A Officer não se poupou em pensar nisso, não apenas com nossos colaboradores, a quem cuidamos primeiro, mas também com o mercado em que atuamos, isso em 2020 e com certeza esse cuidado se manterá em 2021. É fato que a pandemia impactou todos os setores e de várias maneiras. Não apenas economicamente e na saúde, mas muitos paradigmas de nossa sociedade estão sendo repensados para dar origem a um antes e depois dessa fase, algo que nunca pensamos em enfrentar e, por isso, nunca estivemos preparados.

O que as pessoas esperam?

Atualmente, às vésperas de 2021, os consumidores esperam das marcas mais solidariedade ao passarem por momentos de crises como o atual. Isso é um tema debatido desde março de 2020, quando a pandemia estourou no país. Por isso, rapidamente, a Officer criou o projeto Officer Health que tem como objetivo ajudar nossos colaboradores a cuidar dos seus colaboradores. Além disso, a Officer doou uma quantidade considerável de testes do Covid-19 para ações em comunidades carentes na cidade de São Paulo.

É nessa hora que os valores centrais devem sair do discurso rapidamente e passar para a prática. A Officer estava pronta para lançar seu novo posicionamento no ano de 2020, entretanto o Covid-19 interrompeu o processo, porém, internamente já estamos com os pilares da marca ativos. Agora em 2021, mais do que nunca, é essencial agir de acordo com nossos valores e investir em comunicação empática para se conectar de forma mais profunda e transparente, aliás, a transparência sempre esteve em pauta na história da Officer.

Não é de hoje que estamos sempre em busca do melhor para o mercado, trazendo nossos clientes para um ecossistema de inovação e com uma visão única de futuro. Na Officer Distribuidora, estamos sempre atentos no que vem por aí.

Novos comportamentos

O sonho do home office agora é uma realidade. Algumas pessoas se adaptaram rápido, outras nem tanto e outras já não querem mais esse isolamento. A saúde mental das pessoas foi fortemente afetada e isso é um dos efeitos colaterais dessa pandemia. É preciso se atentar a tudo isso no novo ano que se inicia, 2021.

O comportamento está mudando à medida que todos estão ajustando seus estilos de vida para ficar mais em casa. Os varejistas trabalham a todo vapor para dar conta da sua demanda, que está começando a dar sinais de melhoria. Entretanto, as pessoas estão passando mais tempo do que nunca online, tanto nos desktops quanto nos celulares. A internet se tornou a grande aliada das pessoas nessa pandemia, afinal, em tempo de “fica em casa” as Redes Sociais, portais, artigos, YouTube e Netflix foram os passatempos preferidos do brasileiro, isso sem contar no aumento de pedidos pelo delivery, o que causou até um debate sobre o tema. Aqui na Officer Distribuidora, nós optamos por cuidar dos nossos colaboradores e rapidamente criamos uma forma de trabalhar no home office, logo no início de 2020. E deu mais certo do que pensamos, por isso temos excelentes expectativas para 2021.

Ferramentas digitais

Foi isso que o varejo recorreu para se conectar com as pessoas enquanto elas planejam as suas próximas compras. O E-commerce cresceu de forma assustadora nessa pandemia, assim como o já mencionado mercado de pedido de comida. Para 2021 isso tende a aumentar ainda mais.

A pergunta que os empresários, sejam grandes, médios ou pequenos precisam se fazer é se a sua estrutura de tecnologia está apta para atender essa demanda. Por exemplo, se tratando da não contaminação de outras pessoas pelo vírus, alguns restaurantes estão optando por cardápios digitais, via QR Codes ou por telas touchscreen, algo que o iPhone fez o favor de inserir no dia a dia das pessoas com êxito. E seu restaurante não precisa ser gigante, ele precisa apenas estar adaptado à tríade que a pandemia trouxe: tecnologia – responsabilidade das marcas – consumidores mais exigentes no que consomem.

Leitores de código estão nas mãos dos funcionários de empresas, cada vez mais, e em 2021 serão mais usados. Tudo para evitar o contágio. Com as novidades de QR Code em documentos pessoais, por exemplo, a troca de mão em mão, o que minimiza os impactos da transmissão de vírus, não apenas o Covid-19, claro.

O mundo não é mais o mesmo

O mundo não é mais o mesmo. Isso é fato. As empresas precisam se adaptar ao novo mundo. O que estamos falando aqui no portal, estamos aplicando em nosso dia a dia como empresa, pensando em todo o ecossistema: colaboradores, revendas, sociedade, mercado e consumidores finais. Onde pudermos ajudar, estaremos presentes. Que venha 2021!

Loja Virtual